Home > Esportes > Sport cai no segundo tempo, perde para o Santos na Ilha e se aproxima do Z4 na Série

Sport cai no segundo tempo, perde para o Santos na Ilha e se aproxima do Z4 na Série

Buscando voltar a vencer em casa, o Sport até fez bom primeiro tempo, melhor do que o Santos, mas caiu muito na etapa complementar, com substituições confusas de Daniel Paulista e foi punido com gol de Marinho, o único do jogo - válido pela quarta rodada da Série A, na Ilha do Retiro, na noite desta quinta-feira. Com a derrota, caiu para o 14º lugar na classificação. Agora, tenta a reação novamente em casa, contra o São Paulo, neste domingo. O JOGO Para o confronto, Daniel Paulista promoveu três mudanças: Luciano entrou no lugar de Sander na esquerda e Ricardinho…

Visão geral da revisão

Resumo: Marinho fez o gol solitário da partida que colocou o Leão no 15º lugar

Buscando voltar a vencer em casa, o Sport até fez bom primeiro tempo, melhor do que o Santos, mas caiu muito na etapa complementar, com substituições confusas de Daniel Paulista e foi punido com gol de Marinho, o único do jogo – válido pela quarta rodada da Série A, na Ilha do Retiro, na noite desta quinta-feira. Com a derrota, caiu para o 14º lugar na classificação. Agora, tenta a reação novamente em casa, contra o São Paulo, neste domingo.

O JOGO
Para o confronto, Daniel Paulista promoveu três mudanças: Luciano entrou no lugar de Sander na esquerda e Ricardinho foi acionado na vaga de Betinho, além da já esperada saída de Lucas Venuto (vinculado ao Santos), que foi substituído por Bruninho. No geral, a etapa inicial foi equilibrada.
O começo da partida foi morno, sem grande imposição ou oportunidade do Sport ou dos visitantes. Mas a partir dos 20 minutos o Leão conseguiu chegar mais, especialmente pela direita. Após jogada de Patric, o Leão teve duas chances na mesma jogada, com Gomez cruzando para Bruninho, que chutou mal e parou no goleiro, e Elton, que tentou marcar no rebote, mas, sem ângulo, também parou em João Paulo.
Depois desse momento de pressão, o jogo voltou a esfriar. O time rubro-negro teve menos posse, mas não cedeu oportunidades. Mailson só trabalhou em lance isolado de Kaio Jorge e cobrança de falta de Marinho, batida em cima dele. Foi com o ex-Náutico, inclusive, que o Sport mais sofreu, em jogadas individuais, mas pouco efetivas.
Sem a bola, aliás, o Leão subiu a marcação, ainda que desordenadamente, em alguns momentos. E assim quase marcou, já na reta final, com Ricardinho, que apareceu como elemento surpresa na área, mas chutou desequilibrado e errou o alvo.
SEGUNDO TEMPO
O Sport não voltou bem para a etapa complementar. Por 10 minutos, viu o Santos ter a bola (84%) e trocar passes – quando com a posse, rapidamente perdeu. Daniel Paulista, então, mexeu no time. Acionou o atacante Ronaldo no lugar de Bruninho e Betinho na vaga de Jonatan Gomez, com a equipe passando a ter dois homens de referência e três volantes de ofício.
O Sport até conseguiu melhorar em relação a apatia que apresentou no início do segundo tempo, mas seguiu sendo inferior e, de certa forma, pouco organizado, sem conseguir chegar e muito menos fazer o goleiro paulista trabalhar. Por sua vez, sofreu investidas do Santos, que chegou duas boas vezes com Soteldo e Jean Mota. Mal, o gol visitante parecia questão de tempo. E, de fato, estava. Aos 30 do segundo tempo, o rubro-negro deu espaço na defesa, Marinho recebeu livre no lado direito da grande área e ajeitou para bater bem, bonito, sem chances para Mailson. No fim, Daniel Paulista ainda colocou Hernane a fim de tentar pressionar, mas sem sucesso. Derrota na Ilha e três jogos sem vencer na Série A.

FICHA DO JOGO

Sport
Mailson; Patric, Adryelson, Maidana, Luciano (Sander); Willian Farias, Ricardinho, Jonatan Gomez (Betinho); Bruninho (Ronaldo), Elton (Philip) e Marquinhos. Técnico: Daniel Paulista
Santos
João Paulo; Pará, Alison, Luan Peres, Felipe Jonatan; Jobson (Jean Mota), Diego Pituca, Carlos Sánchez (Tailson); Marinho (Alex), Kaio Jorge (Lucas Braga) e Soteldo (Marcos Leandro). Técnico: Cuca
Local: Ilha do Retiro
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior-PR
Assistentes: Ivan Carlos Bohn-PR e Victor Hugo Imazu dos Santos-PR
Gols: Marinho, aos 30 do 2º T (SAN)
Cartões amarelo: Adryelson, Maidana, Willian Farias, atacante Ronaldo e Bruninho (SPO); Soteldo (SAN).
FONTE: Diário de Pernambuco.

Sobre Wagner Oleiro

Radialista desde 93 trabalhou nas principais AMs e FMs do Recife. Começou na carreira logo cedo acompanhando seu pai Cláudio Monfrin que também é radialista (aposentado) nos programas que apresentava. Mas foi como sonoplasta que Wagner Oleiro começou sua carreira aos 16 anos de idade e foi com 19 anos que ele se profissionalisou como radialista na função de locutor, apresentador e animador. Em 2013 ele avança na comunicação indo trabalhar como repórter num canal de televisão no Mato Grosso. Atualmente Wagner Oleiro apresenta uma programação jornalistica nas manhãs da Rádio MAIS FM 104,7 e exerce a função de jornalista nesse portal.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Neymar sente dores e pode desfalcar seleção no jogo contra a Bolívia

O atacante Neymar não tem presença garantida na estreia do Brasil nas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, na ...

Pular para a barra de ferramentas