Home > Polícia > PF realiza operação em três cidades contra irregularidades no combate à Covid-19
A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

PF realiza operação em três cidades contra irregularidades no combate à Covid-19

A Polícia Federal de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (16), a Operação Desumano com o objetivo de apurar supostas irregularidades em Contratação de Organização Social de Saúde (OSS) para gerenciamento de serviços de saúde pelas Prefeituras do Recife e de Jaboatão dos Guararapes, com recursos provenientes do SUS para ações de combate à Covid-19. Foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, sendo 16 no Recife, três em Jaboatão dos Guararapes e um em Olinda, além de um mandado de prisão temporária para o empresário Paulo Magnus.

De acordo com a PF, levantamentos iniciais efetuados pela Controladoria Geral da União (CGU) identificaram fatores de risco quanto à execução dos valores em que a empresa investigada foi favorecida em decorrência de dois processos de Dispensa de Licitação que, segundo o órgão, os dois municípios somam um valor de R.768.962,91. No Recife, de acordo com a PF, o valor é de R.028.654,07 e em Jaboatão chega a R.740.308,84.

Ainda segundo informações da Polícia Federal, as gestões dos municípios teriam contratado a Organização Social para atuar na terceirização de serviços de saúde, sem que a mesma apresentasse requisitos formais e capacidade operacional, patrimonial e financeira compatíveis com os serviços requisitado.

A PF também apontou que, até o mês de agosto, a prefeitura do Recife havia recebido pelo Fundo Nacional de Saúde, por meio do Fundo Municipal de Saúde, cerca de R$ 95 milhões para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Covid-19 e o município de Jaboatão dos Guararapes (PE), cerca de R$ 32 milhões e que as irregularidades investigadas podem ter ocasionado prejuízos de ordem financeira em virtude de pagamentos indevidos, causadas por desvios de recursos na execução dos contratos.

Segundo a Polícia Federal, as investigações apontaram indícios de participação de grupo econômico já investigado na Operação Assepsia no Rio Grande Norte, o qual, segundo a PF, chefiava uma organização criminosa com atuação em vários estados para o direcionamento de contratação de Organizações Sociais para a administração de hospitais.

Prefeitura do Recife
Em nota, a Prefeitura do Recife informou que todas as contratações relativas à emergência da pandemia de covid-19 ocorreram dentro da legalidade, e que Instituto Humanize de Assistência e Responsabilidade Social foi a organização  responsável pela gestão do hospital de campanha da Imbiribeira, que ficou aberto durante cinco meses. A gestão ainda comunicou que que envia todos os processos de compras e contratações da pandemia para os órgãos de controle.

FONTE: Diário de Pernambuco.

Sobre Wagner Oleiro

Radialista desde 93 trabalhou nas principais AMs e FMs do Recife. Começou na carreira logo cedo acompanhando seu pai Cláudio Monfrin que também é radialista (aposentado) nos programas que apresentava. Mas foi como sonoplasta que Wagner Oleiro começou sua carreira aos 16 anos de idade e foi com 19 anos que ele se profissionalisou como radialista na função de locutor, apresentador e animador. Em 2013 ele avança na comunicação indo trabalhar como repórter num canal de televisão no Mato Grosso. Atualmente Wagner Oleiro apresenta uma programação jornalistica nas manhãs da Rádio MAIS FM 104,7 e exerce a função de jornalista nesse portal.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Lava Jato denuncia Lula por lavagem de R$ 4 milhões em instituto

A força-tarefa da Operação Lava Jato apresentou nesta segunda-feira (14) uma nova denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da ...

Pular para a barra de ferramentas