Home > Pesquisa Folha/Ipespe mostra empate técnico entre candidatos a prefeito do Recife

Pesquisa Folha/Ipespe mostra empate técnico entre candidatos a prefeito do Recife

A primeira pesquisa de intenções de voto para prefeito do Recife realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), em parceria com a Folha de Pernambuco, e divulgada na edição desta sexta-feira (24) do jornal, registra um empate técnico no limite da margem de erro entre os candidatos Marília Arraes (PT) e João Campos (PSB). A petista aparece com 22% e o socialista com 16%. O percentual de João Campos também o posiciona em empate técnico triplo com a Delegada Patrícia Domingos (Podemos), que tem 14%, e Mendonça Filho (Democratas), que apresentou 13% das citações. A amostragem apontou, ainda, que 21% dos recifenses declaram votar branco ou nulo ou ainda não têm candidato.

Em seguida, Marco Aurélio (PRTB) aparece com 2%. Na sequência estão Thiago Santos (UP), Coronel Feitosa (PSC), Carlos Andrade Lima (PSL) e Charbel Maroun (NOVO) com 1% das menções. Cláudia Ribeiro (PSTU) e Vitor Assis (PCO) tem 0%. Já os que não sabem ou não responderam são 8%.

Os números da pesquisa Folha/Ipespe também apontam que Marília Arraes e Mendonça Filho apresentam números equilibrados entre o eleitorado feminino e masculino. Já João Campos e Patrícia Domingos alcançam mais intenções votos entre os homens.

Idade
No detalhamento por idade, João Campos ganha mais destaque entre os mais jovens, com com 19% das intenções de votos dos que têm idade entre 16 e 24 anos. Por outro lado, Marília Arraes e Mendonça Filho tem mais citações entre os eleitores com 60 anos ou mais, com 25% e 19%, respectivamente. Já Patrícia Domingos é a candidata que registra o seu melhor desempenho, 16%, tanto entre os entrevistados com 60 anos ou mais, como entre os que possuem entre 25 e 44 anos.

Instrução

No tópico que indica o grau de instrução dos eleitores, João Campos e Patrícia Domingos pontuam mais entre os recifenses com escolaridade até o ensino fundamental, 20% e 18%, respectivamente. Já o eleitorado com ensino médio representa o melhor índice de Mendonça Filho, 16%. Marília Arraes, por sua vez, tem mais citações entre os que possuem ensino superior, 27%.

Renda
Por fim, o levantamento aponta que entre os eleitores com renda de até dois salários mínimos, Marília Arraes e João Campos são os mais citados, com 22% e 20%. A candidata petista apresenta o mesmo percentual entre o eleitorado com renda de dois a cinco salários mínimos, 22%, e esses são os seus melhores números neste detalhamento. Patrícia Domingos e Mendonça Filho atraem mais intenções de votos dos entrevistados que possuem renda superior a cinco salários mínimos, 16% e 17%, respectivamente.

Entre os eleitores que declaram votar branco, nulo ou que não tem um candidato, a maior parte é jovem, com idade entre 16 e 24 anos, 27%; do sexo feminino, 23%; com ensino médio e superior, 21% e com renda de mais de cinco salários mínimos.

A pesquisa quantitativa foi realizada nos dias 22 a 23 de setembro de 2020 e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo PE-05966/2020. Para uma amostra desse tamanho, a margem de erro máximo estimada do estudo é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com a utilização de um intervalo de confiança de 95,45%.

Sobre Wagner Oleiro

Radialista desde 93 trabalhou nas principais AMs e FMs do Recife. Começou na carreira logo cedo acompanhando seu pai Cláudio Monfrin que também é radialista (aposentado) nos programas que apresentava. Mas foi como sonoplasta que Wagner Oleiro começou sua carreira aos 16 anos de idade e foi com 19 anos que ele se profissionalisou como radialista na função de locutor, apresentador e animador. Em 2013 ele avança na comunicação indo trabalhar como repórter num canal de televisão no Mato Grosso. Atualmente Wagner Oleiro apresenta uma programação jornalistica nas manhãs da Rádio MAIS FM 104,7 e exerce a função de jornalista nesse portal.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Série B: Felipão estreia no Cruzeiro contra Operário-PR fora de casa

Quarto técnico a comandar o Cruzeiro nesta temporada, Felipe Scolari reestreia na Raposa na noite desta terça-feira (20), pela 17ª rodada ...

Pular para a barra de ferramentas