Home > Polícia > Bomba caseira é jogada na casa de testemunha da morte do marido de Flordelis

Bomba caseira é jogada na casa de testemunha da morte do marido de Flordelis

Uma bomba caseira foi jogada na madrugada de sexta-feira (4) na casa de uma das testemunhas da morte do pastor Anderson do Carmo, crime do qual a parlamentar Flordelis é acusada de ser a mentora. A empresária Regiane Rabelo prestou depoimento durante as investigações.
A casa de Regiane fica em Itaipuaçu, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a empresária, a bomba foi jogada por volta de meia-noite em um corredor externo da casa. Ela e o marido estavam no local no momento do ataque.
O episódio foi registrado na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), que também é responsável pelo inquérito sobre o assassinato. Ainda na manhã de sexta, agentes realizaram uma perícia na residência, onde foram coletadas imagens de câmeras de segurança no entorno da casa para tentar identificar o responsável por jogar o artefato.
Vítima de retaliações
A empresária acredita estar sendo vítima de retaliações após ter denunciado a deputada federal Flordelis dos Santos e outros membros da família à polícia.
“Na hora, foi um susto. A mãe da minha vizinha chegou a se jogar no chão com o barulho. A intenção era me dar um susto mesmo, para eu calar minha boca. Mas isso não vai acontecer. Fiquei assustada, mas já passou. Agora que não vão me calar”, afirmou Regiane ao jornal O Globo.

A empresária é ex-patroa de Lucas Cézar dos Santos Souza, um dos filhos adotivos de Flordelis, que também foi preso acusado de envolvimento no assassinato.
Filho transferido para Bangu 1
Já durante a tarde de sexta, Flávio dos Santos Rodrigues, filho de Flordelis, foi transferido para a penitenciária Laércio da Costa Pellegrino, conhecida como Bangu 1, no Complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio.
Ele foi encaminhado para a unidade de segurança máxima após decisão da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.
Os filhos Lucas e Flávio estão presos desde junho do ano passado. O primeiro é acusado de ajudar a comprar a arma usada no crime o segundo, de atirar no pastor.
FONTE: Diário de Pernambuco.

Sobre Wagner Oleiro

Radialista desde 93 trabalhou nas principais AMs e FMs do Recife. Começou na carreira logo cedo acompanhando seu pai Cláudio Monfrin que também é radialista (aposentado) nos programas que apresentava. Mas foi como sonoplasta que Wagner Oleiro começou sua carreira aos 16 anos de idade e foi com 19 anos que ele se profissionalisou como radialista na função de locutor, apresentador e animador. Em 2013 ele avança na comunicação indo trabalhar como repórter num canal de televisão no Mato Grosso. Atualmente Wagner Oleiro apresenta uma programação jornalistica nas manhãs da Rádio MAIS FM 104,7 e exerce a função de jornalista nesse portal.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

PF realiza operação em três cidades contra irregularidades no combate à Covid-19

A Polícia Federal de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (16), a Operação Desumano com o objetivo de apurar supostas irregularidades ...

Pular para a barra de ferramentas